Porque decidi criar um blog

Esse assunto vem andando lado a lado comigo desde de 2012, quando eu larguei meu emprego no TJRJ.

Editado em 13/12/20.

Se você está chegando aqui pela primeira vez e ainda não me conhece, prazer, sou a Gabriela. Você consegue saber um pouco mais sobre mim aqui e se quiser saber alguma outra coisa ou trocar uma ideia, clique aqui.

Respondendo ao título acima do post, eu resolvi criar essa blog não foi ontem, nem no mês passado, tampouco no ano anterior. Essa vontade já vem desde de 2012. Quando de fato criei meu primeiro blog e youtube, na época chamado Makeup Lovers By Gabi Schiller. E pode acreditar, eu ainda tenho o link do blog até hoje comigo… estão com os posts que escrevi (quase nada) estão online e quando bate a saudade eu volto lá para ver como essa paixão começou, inclusive meus designs.. Caramba, como mudou!!!  Meus amigos mais próximos irão se lembrar disso. Não cheguei a ter muita audiência, visto que eu não consegui segurar a barra por muito tempo, mas teve interação, comentários nos posts e toda vez que revia isso me dava mais ânimo para nunca largar esse sonho. Então, aqui estou novamente! ♥

O canal do youtube eu deletei, então, graças a Deus, vocês não conseguem mais ver os primeiros videos que eu fiz! 🙏

Depois do meu blog eu criei a minha primeira loja online chamada Crazy4Bijoux e depois de deixar um pouco o blog/youtube de lado eu foquei completamente na loja e aí deixa eu contar mais um pouco como tudo aconteceu.

Linha do tempo…

Julho de 2012, eu era estudante de Direito com objetivo de se tornar juíza num futuro não muito distante e resolvi que é hora de parar. Depois de passar 1 ano emergida dentro do Tribunal de Justiça, trabalhando e estudando exatamente como um juiz de direito, cheguei a conclusão de que essa profissão não me faria feliz no futuro… Então cheguei para meu chefe, Dr. José, Juiz de Direito do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e pedi para me desligar. Então comecei tudo do zero mais uma vez. As perguntas cheias de dúvidas começavam a surgir: Qual será a minha nova profissão? amo tecnologia, mas não estava enxergando o óbvio… Já tinha 23 anos e estava mais perdida do que cego em tiroteio. Não queria ter chefes e, desde de criança, eu sonhava em ter meu próprio negócio.

Eu sou o tipo de pessoa que não pára quieta, principalmente se tiver um smartphone ou computador por perto. Então em Agosto de 2012, sozinha em casa e com tempo de sobra, criei meu primeiro blog, meu primeiro canal no youtube para falar de makeup, moda e também a minha primeira loja virtual de bijouxs. Depois de uns meses, foquei total na loja, uma vez que começou vendendo bem e a própria loja já se pagava mensalmente e o retorno do investimento já havia acontecido.

Dezembro de 2012, fui trabalhar como vendedora de loja (na Eclectic, loja do Rio de Janeiro) porque precisava entender o funcionamento por trás de uma loja para aplicar na Crazy4Bijoux. Aprendizado que faz toda a diferença até hoje! No meio do caminho, através de contatos dentro da Blue Man,  dei umas dicas sobre criação de loja virtual, a empresa então seguiu meus conselhos, montou uma loja virtual temporária dentro de um marketplace no Facebook para começar a vender ASAP enquanto pudesse criar uma loja virtual com tempo e planejamento (estamos em 2012, não se esqueçam…) e então a grande empresa de moda praia do Brasil me convida para coordenar e estruturar esse novo canal dentro da empresa, aos 24 anos.

“Começar um trabalho do zero requer muito compromisso, persistência, garra e trabalho duro”

E assim exatamente eu fiz, submergi no mundo do e-commerce, tranquei a faculdade de Direito enquanto fazia um curso de coordenadora de E-commerce (que solicitei e foi pago pela empresa) com os melhores profissionais da época,  pouco mais de 4 meses, com a área organizada e dirigida por mim, quadrupliquei as vendas do canal, que chegou a bater uma das lojas físicas em vendas naquele mês e não durou muito para o blog, a loja e o canal ficarem de lado. A vida profissional de coordenadora de e-commerce havia se alastrado para todos os campos da sua vida, inclusive o pessoal.

Com toda atenção dentro da fábrica voltada para mim, comecei a sentir um certo incômodo de algumas pessoas, acredito porque eu era muito nova, estava trazendo novidades e muitos resultados. A empresa estava passando por um restruturação naquele momento, e só precisava me dirigir para a equipe de restruturação, da qual eu tinha reuniões semanais com todos os diretores.

Lembro-me muito bem, num dia que fiquei depois do meu horário, na saída da fábrica esbarrei com o gerente do projeto de restruturação que falou, você é o nome do ano dentro da empresa. Aquela frase foi a confirmação de que todo o trabalho árduo que eu vinha fazendo, com a minha pequena equipe de 2 pessoas, estava sendo visto.

Não demorou 2 meses, eu pedi para sair do projeto, uma saída traumática, que não foi aceita pelo reestruturador do projeto. Mas antes de sair eu aceitei uma consultoria na qual fui convidada para realizar, no período de 1 ano, para estruturar do zero e treinar todos os colaboradores, dentro de um fábrica no subúrbio do RJ, loja da qual estava desenvolvendo coleção exclusiva com a Cantora Anitta, que estava no início do carreira e com um “salário” mensal 4x maior do que eu ganhava na Blue Man. Aquilo foi o pontapé para eu chegar aonde eu me encontro hoje, dirigindo meu próprio estúdio criativo, Firefly Studio

E eu não me arrependo desta decisão que eu tomei àquela época. Não foi fácil, tive sócios no meio do caminho, sociedade nem sempre é um mar de rosas. Trabalhei muito e estudei muito para chegar aqui.  Veja bem, isso é só o começo.

Olha as fotos que achei no tempo que trabalhei na BM:

2013. Eu no canto inferior esquerdo. Era só pra trabalhar, mas aí a pessoa vai mega arrumada e as colunistas tiraram foto. 🙂
Depois do desfile da Blue Man para o Fashion Rio em 2013.
Eu sou boazinha mas também sou exigente…. 

gabi schiller blue man
Eu ficava pos trás das cameras mas quando dava um tempinho eu ia relembrar meus tempos de modelo.
Em ação. Montamos tudo dentro da Sala do David Azulay (fundador da marca) e realizamos 7 dias de fotos, com mais de 20 pessoas envolvidas.
Essa foto representa muito para mim porque estávamos utilizando o escritório do David Azulay (fundador da BM) e na foto ao fundo era como se ele estivesse “conferindo” o nosso trabalho.

Resumindo…

O blog era pra estar funcionando desde 2012. Mas decidi deixar de lado esse hobby (na época) para seguir a minha profissão, nova aliás, de Coordenadora de e-commerce da maior loja de biquínis do país, a Blue Man. Eu não tinha condições de tocar um blog e um canal no youtube – eu também tinha que criar todo o conteúdo e editar os vídeos, eu fazia tudo sozinha e isso demandava muito tempo – imaginem: casa, faculdade de Direito e filhos (2 cachorros lindos), trabalho e blog e youtube?  Só o trabalho já me ocupava pelo menos todos os dias da semana. Eu trabalhava de segunda a domingo, às vezes ia dormir falando com o meu chefe por volta de 00:47pm e 06:40am já estávamos falando de novo. Então não estou querendo dar desculpas, mas sou humana e entendo que não posso fazer tudo ao mesmo tempo e no final das contas, eu fiz as minhas próprias escolhas.

Depois de 6 meses na BM eu segui meu instinto e fui empreender, no tempo da consultoria surgiu a E-faster, que era consultoria voltada para e-commerce e depois criei a Firefly, especializada em mídia digital, projetos de design e estúdio no Rio de Janeiro, chegamos a ter 4 pessoas trabalhando in house mais colaboradores em projetos pontuais, e essa empresa eu trouxe comigo, na qual estou até hoje, com clientes no Brasil e aqui em UK, criando experiências digitais ao redor do mundo.

Se eu me arrependo?

Não, eu não me arrependo pelo fato de ter aprendido muito mais do que somente com o blog. Esses anos todos que fiquei só de fora acompanhando tudo, estudando marketing digital e e-commerce, me deram uma grande bagagem na qual eu posso aplicar hoje em dia, aqui no meu blog, no canal, na vida como empresária e na minha vida pessoal. Me sinto muito mais amadurecida e agora tenho muito mais para compartilhar do que antes. Quero produzir conteúdo de qualidade, informativo, que mostre meu dia a dia aqui na Inglaterra e no mundo, que tire dúvidas, que troque ideias, que faça você refletir… Essa é a nova Gabriela, e esse é o propósito deste blog.

O que tirei de lição disso tudo?

“Nunca desista das coisas que te façam feliz”

Demorou pra acontecer, mas estou aqui… Não vou dizer que está sendo fácil, porque estarei mentindo. Tive que abrir mão de algumas coisas para voltar aqui. Fazer conteúdo com uma olhar mais apurado, com mais afinco e mais amor, requer tempo. E tempo hoje, meus amigos, com acesso a tanta tecnologia e com a gente se cobrando tanto, principalmente no trabalho (isso não é bom), com pouco tempo para lazer, não é uma coisa fácil mesmo, requer muito comprometimento e planejamento. Em 2018, estou canalizando todas as minhas energias e tempo para esse projeto. E espero voltar daqui 1 ano e escrever pra vocês.. Olha, meu primeiro ano com o blog ano ar foi assim…

porque decidi criar meu blog

Um beijo amores!

You May Also Like